0

Review - Infamous: Second Son

Terceiro título da franquia Infamous é o primeiro grande lançamento exclusivo do Playstation 4 e chega às lojas nesta sexta (21)

21 mar 2014
10h39
atualizado em 10/4/2014 às 12h39
  • separator
  • comentários

Infamous: Second Son , game produzido pela Sucker Punch e publicado pela Sony, é um dos grandes lançamento exclusivo para Playstation 4. Desde o seu anúncio, o game é uma das principais apostas para alavancar as vendas do novo console da empresa, enfrentando ótimos títulos como Titanfall , lançado na semana passada e disponível para Xbox 360, Xbox One e PC. Sem dúvidas, Second Son mantém o brilhantismo dos dois primeiros jogos da série e não decepciona.

A história de Second Son começa sete anos após os acontecimentos de Infamous 2 . O jogador assume o papel de Delsin Rowe, um jovem delinquente que se diverte fazendo pichações em cartazes e irritando seu irmão e policial, Reggie. Sua vida muda quando acidentalmente entra em contato com um condutor (nome dado a humanos que possuem poderes) e acaba se tornando um, adquirindo a habilidade de manipular e se transformar em fumaça. A partir daí, a história se desenrola enquanto Delsin explora a cidade de Seattle, descobre novos poderes e enfrenta o Departamento de Proteção Unificada (DPU), soldados treinados para prender condutores.

Imagem do gameplay de Infamous: Second Son, lançamento exclusivo do PS4 que chega é lançado nesta sexta (21)
Imagem do gameplay de Infamous: Second Son, lançamento exclusivo do PS4 que chega é lançado nesta sexta (21)
Foto: Divulgação

Uma grande mudança presente em Second Son em relação a seus antecessores são os poderes. Enquanto Cole McGrathy, protagonista de Infamous e Infamous 2 , possuía as mesmas habilidades que eram melhoradas conforme o jogador ganhava pontos, Delsin possui a capacidade de adquirir novos poderes ao longo de todo o jogo. Com isso, o condutor é capaz de controlar fumaça, neon e outros elementos. A maior parte dos poderes não causam grandes danos, mas a variedade de opções permite que o jogador nunca se canse de enfrentar soldados ou destruir cenários, outro ponto que merece grande destaque.

Grunge está na trilha de Infamous: Second Son; veja os trailers

Com exceção de alguns pontos da cidade de Seattle, o jogador pode utilizar os poderes do protagonista para mudar todo o cenário. Pontos de controle da DPU, por exemplo, podem ser destruídos e, não importa quanto tempo passe, eles não voltam. Isso cria uma maior sensação de proximidade com a realidade e prova que todas as ações tomadas ou não durante o jogo têm implicações, sejam elas boas ou ruins.

<p>Imagem do gameplay de Infamous: Second Son, lançamento exclusivo do PS4 que chega às lojas nesta sexta (21)</p>
Imagem do gameplay de Infamous: Second Son, lançamento exclusivo do PS4 que chega às lojas nesta sexta (21)
Foto: Divulgação

Essa dualidade também está presente no próprio Delsin. Enfrentar soldados, destruir bases e salvar inocentes aumentam a chance de você se tornar um herói ao final do jogo, enquanto bater em manifestantes e artista de rua podem te transformar em um vilão. O jogo também coloca o jogador em situações chave em que deve escolher a forma como agir, sendo que cada decisão afeta o lado bom ou mal do condutor. Isso tem pouco efeito no final do game, mas permite que o jogador tome suas próprias decisões e experimente o resultado que elas oferecem.

Programadores comentam criação do game Infamous: Second Son

Por ser um jogo da nova geração de videogames, Second Son não decepciona com os gráficos. É possível perceber todo o trabalho dedicado a coisas simples, como a fumaça que sai de um carro e as luzes em um painel. Isso foi feito devido à importância que esses elementos têm para o jogo e principalmente para os poderes dos condutores. Até mesmo ao enfrentar inúmeros inimigos ao mesmo tempo é possível se localizar de forma fácil e encontrar objetos para recuperar seus poderes, como carros quebrados.

Na Avaliação do Terra, 'Infamous: Second Son' recebeu a nota 9
Na Avaliação do Terra, 'Infamous: Second Son' recebeu a nota 9
Foto: Arte Terra

Apesar do game apresentar grandes mudanças, não supera o que esperávamos de uma sequência da franquia Infamous . Era claro que Second Son traria mudanças nos gráficos e na história, mas com tanta coisa que o jogo oferece fica a impressão de que algo ficou faltando. Apesar disso, ele traz a sensação de se jogar os primeiros games da série e, considerando que a maioria de nós só quer pegar uma cópia do jogo para destruir tudo o que encontrar pela frente, a fórmula criada beira a perfeição.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade