0

Suspeito de invadir servidor da Sony evita prisão ao destruir PS3

14 mai 2013
19h33
atualizado às 19h33
  • separator
  • comentários

Todd M. Miller, um dos hackers suspeitos de derrubar os servidores da Sony em 2008, foi condenado pela corte federal dos Estados Unidos a três anos de liberdade condicional, um ano de prisão domiciliar e a finalizar o equivalente ao ensino médio por obstruir investigações, segundo o site Polygon.

Todd M. Miller escapou da sentença de 20 anos após destruir seu PS3; ele era acusado de invadir os servidores da Sony em 2008
Todd M. Miller escapou da sentença de 20 anos após destruir seu PS3; ele era acusado de invadir os servidores da Sony em 2008
Foto: Divulgação

O réu seria condenado a 20 anos de prisão e uma multa de US$ 250 mil se não tivesse destruídos suas provas. Em 2011, depois de ser interrogado pelo FBI, Miller destruiu seu PlayStation 3 e seus HDs antes que a autoridades retornassem para buscá-los. Com isso, o FBI não pode acusá-lo por falta de evidências.

O juiz do caso disse que agora que Miller tem uma vida estável, após uma adolescência conturbada, não viu sentido em colocá-lo na cadeia. Como justificativa, o jovem de 23 anos alegou que na época era “imaturo e ignorante e se envolveu com pessoas erradas”.  

Fonte: Terra
  • separator
  • comentários
publicidade