0

No Doubt move ação judicial contra fabricante de game

30 mai 2012
09h17

O grupo No Doubt, liderado por Gwen Stefani, 42, ficou feliz ao ouvir que sua ação contra a Activision - que supostamente usa características dos membros do grupo em seus jogos de vídeo game - vai ser levada ao tribunal.

A juíza Ramona See, do Tribunal Superior de Los Angeles, negou a petição da empresa de Santa Monica de impedir o caso, o que significa que ambas as partes devem comparecer em frente do júri ainda este ano.

O No Doubt começou o processo contra o fabricante do jogo em 2009, acusando-o de permitir jogadores de manipular avatares individuais do quarteto de maneira que nunca aconteceria na vida real. Eles afirmaram que a empresa viola os seus direitos de publicidade e os transforma em um "circo de karaokê virtual".

A denúncia original declarou que tais manipulações incluem "desbloqueio" de mecanismos dos jogadores e a possibilidade do computador fazer Gwen cantar em uma voz masculina e seus colegas do sexo masculino em vozes femininas.

O advogado dos artistas disse ao E! News: "agora que o juiz removeu o último obstáculo processual, a Activision e o No Doubt aguardam uma audiência em Los Angeles".

Um representante da Activision disse que a decisão não foi inteiramente inesperada observando que "isso simplesmente significa que existem fatos contraditórios e estamos ansiosos para julgar o caso no tribunal".

O grupo é liderado por Gwen Stefani
O grupo é liderado por Gwen Stefani
Foto: Kevin Winter / Getty Images
Bangshowbiz Bangshowbiz
publicidade